Pesquisar no site:
Aluguel de ônibus - Holambra


A Kuba Turismo atua há mais de 50 anos no mercado de Fretamento para Viagens, Turismo e Traslados. É uma empresa tradicional na Região do ABCDM e São Paulo, atendendo às expectativas e necessidades de clientes com qualidade ISO.

A empresa possui grande infra-estrutura contando com motoristas, ônibus ou microônibus equipados e revisados, que são alugados, tanto para as pessoas físicas como para as pessoas jurídicas (empresas).

Em sua próxima viagem faça a sua reserva na Kuba Turismo. A empresa proporciona veículos com conforto, segurança, descanso, momentos de lazer e descontração durante todo o transporte.


Ônibus para excursões à Holambra - SP.

Programe seu passeio e monte sua caravana.

Clique aqui para solicitar seu orçamento.


Visita aos principais pontos turísticos da cidade, Igreja Matriz, prefeitura, Centro Histórico, leilão de flores, cooperativa e mercado das flores. Após o city tour, parada para almoço em um restaurante tradicional.



Pontos Turístico de Holambra

Holambra a cidade da qualidade
de vida, das flores e do turismo

 

Localizada numa das regiões mais ricas e desenvolvidas tecnologicamente do país, a Região Metropolitana de Campinas (RMC), Holambra tem atualmente cerca de 10 mil habitantes e indicadores sociais e econômicos de primeiro mundo. 

 

Com apenas 15 anos de fundação (Holambra foi emancipada politicamente com a realização de um Plebiscito no dia 27 de outubro de 1991), o município dispõe de um dos mais altos índices de qualidade de vida de todo o Brasil.

 

100% de esgoto tratado, área urbana totalmente pavimentada, índice de escolaridade acima da média nacional e inúmeros e muito bem equipados espaços públicos de lazer, como praças, lagos e parques, são algumas das características que atestam essa nobre condição.

 

As principais atividades econômicas do município são o turismo e a agropecuária, fato que reforça ainda mais a qualidade de vida local em razão da ausência de indústrias pesadas e poluentes.

 

Estudo recente da Fundação Seade apontou que a cidade apresenta um dos maiores Produto Interno Bruto (PIB) per capita do estado de São Paulo – R$ 24.817,35. O cálculo do PIB é baseado no desempenho de três atividades econômicas distintas – Agropecuária, Indústria e Serviços. 

 

Única estância turística de toda a RMC, a Cidade das Flores é reconhecida nacionalmente também pela sua competência inconfundível na produção e comercialização de flores, plantas e acessórios, aliando tecnologia de ponta e os melhores conhecimentos técnicos do mundo no setor.

 

Em razão de tudo isso, Holambra pode ser considerada um grande exemplo de sucesso do trabalho conjunto entre brasileiros e imigrantes europeus, que transformaram uma antiga e desabitada fazenda num dos mais prósperos e acolhedores municípios deste país. 

 

Holambra Cidade das Flores
A Estância Turística de Holambra conquistou o título de "Cidade das Flores" graças ao trabalho e persistência dos pioneiros holandeses que se instalaram na antiga Fazenda Ribeirão após o final da Segunda Grande Guerra (veja link sobre a história do município). Aqui, enquanto se adaptavam ao novo modo de vida, iniciaram o plantio de gladíolos, dando início ao cultivo e comercialização vitoriosos de flores e plantas, com base no sistema cooperativista.
Antes, sofreram com insucessos na criação de gado leiteiro e a venda de leite e seus derivados, o cultivo de mandioca e fabricação de seus derivados, além do beneficiamento de café, na década de 1950.

 

No entanto, a partir da década de 1960 as flores e plantas surgiram como uma opção rentável para os imigrantes holandeses radicados na antiga Fazenda Ribeirão, passando a ocupar lugar de destaque entre os produtores que forneciam à Cooperativa Agropecuária Holambra (CAPH).

 

Técnicas especiais de plantio e cultivo, como a produção em estufas, trazidas diretamente da Holanda foram determinantes para que a produção local de flores e plantas atingisse níveis de qualidade altíssimos, semelhantes ao europeu, e conquistasse definitivamente todo o mercado brasileiro.

 

A partir da implantação do sistema de comercialização através dos leilões, conhecido como Veiling, a produção de flores e plantas aumentou e se expandiu, inclusive, para o mercado externo, levando o nome de Holambra além das fronteiras brasileiras e firmando nacionalmente o status de Cidade das Flores a esse jovem município, que hoje conta com cerca de 300 produtores rurais e é responsável por aproximadamente 40% da comercialização nacional do setor.

 

Desde 1981 a grande vitrine dessa história de vencedores é a Expoflora, que acontece durante o mês de setembro, é reconhecida em todo o Brasil e é considerada a maior Festa das Flores da América Latina.

 

                             

 

V o l t a r